Lucky 13. Caminhos perigosos para duas rodas


 

O segundo episódio da nova campanha pública de segurança para motociclistas da Associação Européia de Fabricantes de Motocicletas [ACEM] acaba de ser disponibilizado online.

A campanha foi lançada em 13 de outubro de 2008 e escolheu a linguagem dos quadrinhos para aumentar a consciência de motociclistas e, principalmente, de jovens pilotos de scooters, acerca dos riscos potenciais relacionados com a infraestrutura das vias.

É estranho imaginar que as rodovias europeias estejam tao ruins assim, ou que as ruas de Roma e Paris estejam em tão mal estado de conservação, mas o fato é que 8% dos acidentes são causados por falhas na infraestrutura, de acordo com o superestudo MAIDS.

Como se não bastassem esses problemas, as necessidades especificas dos veículos de duas rodas sao geralmente negligenciadas na engenharia viária, que na Europa e em toda parte existe APENAS para os veículos de quatro rodas.

A campanha foi desenvolvida com instrutores de motocicletas e é composta de 13 episódios, que serão lançados mensalmente. Os cartoons estão disponíveis para download gratuito [arquivo PDF, em inglês].

Cada história focará em um fator de risco particular, fornecendo dicas e recomendações aos pilotos em como se virar da melhor maneira em cada situação: 

  1. junctions (cruzamentos)
  2. roadside hazards (perigos ao longo da via)
  3. dangerous road surfaces (superfícies perigosas)
  4. diesel and liquid spills (derramamento de líquidos na pista)
  5. damaged and repaired surfaces (superfícies danificadas e reparadas)
  6. traffic calming devices (mecanismos de controle de tráfego)
  7. night time hazards (perigos noturnos)
  8. surface debris (detritos na pista)
  9. curves (curvas)
  10. central islands (canteiros centrais)
  11. metal fixtures and paint markings (Elementos metálicos e pinturas no asfalto)
  12. curves (curvas)
  13. decreasing radius curves (raios de curva decrescentes)

Pois bem, diante de tantos “hazards” (o mundo lá fora não é dos mais amistosos para as duas rodas), o comportamento do piloto em lidar com cada situação e suas escolhas de ação desempenham papel fundamental. A missão do personagem Lucky 13 é representar de maneira cômica justamente as escolhas erradas. A idéia é de um motociclista desligadão, boa praça, mas que escapa sempre por um triz das situações mais perigosas e malucas.

Os cartoons são bem desenhados, curtos, ágeis, coloridos, mas nada disso disfarça o arremedo do Pateta (o Goofy da Disney) no antológico desenho animado em que ele, todo desastrado, bobalhão como sempre, entra no carro e se transforma no Sr. Motorista – um animal sanguinário que sai pelas ruas transtornado, daí ao sair do carro o monstro se transforma no Sr. Pedestre, um desastrado do bem, incapaz de pisar em uma formiga.

A questão a saber é se esse tipo de personagem serve para o público que se quer atingir: jovens em suas scooters e adultos motociclistas.

Publicado por

biavati

Sociólogo, escritor, palestrante e consultor em segurança no trânsito, promoção de saúde e juventude.

2 comentários em “Lucky 13. Caminhos perigosos para duas rodas”

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s