Aviso aos navegantes


5162096278_d3406a20aa

só porque você pode medir o milisegundo não significa que você tenha aprendido qualquer coisa sobre um processo que se move a um ritmo mensal

Edward Tufte, sempre elegante e afiado, nos lembrando que a ânsia analítica do momento, significa muito pouco, quase nada.

Publicado por

biavati

Sociólogo, escritor, palestrante e consultor em segurança no trânsito, promoção de saúde e juventude.

2 comentários em “Aviso aos navegantes”

  1. Oi, Marcos,

    Foi coincidência histórico-sociológica, mas nada como uma boa intuição. Digamos, então, que foi um recado para esse tempos de caça às evidências objetivas, de precisões quantitativas, e de uma certa obsessão com bancos de dados primorosos. Ainda quando tivermos todos os números possíveis e imagináveis, precisaremos responder: o que é que queríamos ler neles? Toda quantificação é uma resposta à uma hipótese, a um esforço de compreensão do mundo, sem o qual faz pouco sentido todos os números, primários ou sofisticados.

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s